Empreendedorismo

Inspiração que veio de dentro de casa

Maria Gomes conta que sua atividade empreendedora começou na adolescência, observando sua mãe costureira. Desde 2014, a afroempreendedora criou a Nêga e Arte.

Maria Gomes dos Santos começou a empreender ainda na adolescência, com sua mãe que era costureira, e isso despertou em Maria a vontade de aprender a arte da costura. Maria abriu seu próprio empreendimento, em 2014, e hoje confecciona as roupas em seu ateliê Nêga e Arte, localizado na sua residência em Peixinhos, na Região Metropolitana do Recife.

No ateliê, Maria cria vários tipos de vestimentas, desde vestidos, blusas, calças, saias e outros. Ela compra o tecido, lava, passa e faz a peça. A empreendedora, que não conta com ajuda de auxiliares, produz tudo sozinha.

Depois da peça pronta, ela vende em feiras de artesanato e no Centro da Cidade.  No início da pandemia, a empreendedora começou a confeccionar máscaras de tecidos para proteção contra o vírus e, assim, conseguiu manter a renda de casa.

Segundo Maria, os produtos criados por ela em nenhum momento tiveram pausa na produção. "Meus produtos são bem aceitos em todas as épocas" disse a empreendedora. Para divulgar seus produtos, o Instagram e o boca a boca das feiras de artesanato são os meios mais utilizados. O negócio segue com ritmo bom, e o próximo plano da costureira é o de abrir uma loja física, em Salvador.

Serviço:

Nega e Arte: @negaearte (Instagram)

Canais Digitais de Atendimento Sebrae:
Central de Atendimento: 0800 570 0800 (Também WhatsApp)
Portal Sebrae: https://www.pe.sebrae.com.br
Aplicativo: APP Sebrae (Android e iOS)